Traduza este blog

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

E bem vedes e ouvis que não só em Éfeso, mas até quase em toda a Ásia, este Paulo tem convencido e afastado uma grande multidão, dizendo que não são deuses os que se fazem com as mãos. Atos 19:26


Lucas registra no livro que conta a história da Igreja, o livro de Atos, o tumulto que se criou em Éfeso quando os aqueles que lucravam produzindo e comercializando imagens da deusa Diana, tradicionalmente venerada pelo povo daquele local. Era sabido que daquele ofício obtinham a sua prosperidade, e obviamente ensinar a verdade sob a luz do Evangelho de Cristo, mostrando que Deus não aprova essa prática. Todavia, não são somente imagens de deuses, mas todas as coisas que venham ocupar o lugar de Deus, figuras- símbolos, figas, patuás, imagens de ouro, prata, pau, pedra, gesso, barro de qualquer objeto, coisas semelhantes a estas que tenham algum vínculo de fé e confiança espiritual, e que tomem o lugar de Deus em nosso coração. O problema não é o objeto em si, mas a forma como as pessoas interagem com ele. Ajoelhar-se diante de uma imagem ou beijá-la é uma veneração que Deus reprova, conforme registra o livro de Êxodo. 20:1-6:”Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os meus mandamentos”. Mesmo que as religiões tenham argumentado o contrário, atente para a vontade de Deus expressa em:

Deuteronômio. 7: 26: “Não porás, pois, abominação em tua casa, para que não sejas anátema, assim como ela; de todo a detestarás, e de todo a abominarás, porque anátema é”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!