Traduza este blog

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

“Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados” (1Pedro 4.8)




Jesus ensinou o amor em todas as suas formas e deixou claro que temos de ser compassivos. Isso significa que precisamos sentir em nós o sofrimento dos que estão sofrendo. Se nos espelhamos em Cristo, compreendemos que não é cristão ficar questionando a fé de quem já foi profundamente machucado e por algum motivo tem dificuldade de congregar. Nosso papel como embaixadores de Cristo e comissionados por Ele para cumprir o IDE é sermos instrumentos de Deus para levantar o caído, restaurar o destruído, sarar o doente de alma, buscar o perdido. Jamais agir como agente de policiamento. Em vez de deixar de lado o amigo, o colega, o vizinho que não conhece a Palavra ou zomba dos cristãos, a orientação de Jesus é ir ao seu socorro e mostrar a ele que Cristo não é como aquelas pessoas que o feriram, ou como os adeptos de religiões que ignoram o amor. Esse é o modo cristão – e poderá ajudar a cobrir uma multidão de pecados. O Senhor espera que façamos parte do grupo dos que dão comida a quem tem fome e não dos que negam alimento a quem agoniza, faminto, à beira da estrada.


E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão. 1 João 4:21

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!