Traduza este blog

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Na multidão de palavras não falta pecado, mas o que modera os seus lábios é sábio. Provérbios 10:19

O cristão deve ser conhecido pelo seu modo de falar, de agir e de reagir diante do mundo. Se falamos ou nos comportamos como os demais, que diferença podemos fazer? A Bíblia ensina que a boca fala aquilo que o coração está cheio e se estamos plenos do Espírito Santo consequentemente não podemos destilar maldades ou fofocas. O nosso falar deve trasbordar o nosso sentimento por Deus, em consequência do sentimento de Deus pela humanidade. Por essa razão devemos usar a nossa boca para falar do amor incomparável de Cristo, e da salvação possibilitada pelo sacrifício de Jesus. A nossa língua deve ser usada para abençoar e para exortar os irmãos a seguir o bom caminho. Há uma expressão popular que revela uma grande sabedoria: "nós não conhecemos uma pessoa pelo que falam dela, mas pelo que ela fala dos outros". Se uma pessoa se diz correta, mas de sua boca só saem críticas sobre os outros, certamente ela é o que diz que os outros são.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!