Traduza este blog

sábado, 13 de dezembro de 2014

“E disse-lhes: Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada”. Lucas 22:35


Àqueles que servem ao Senhor nada falta, garante o Senhor Jesus em seus ensinamentos registrados em várias passagens no Novo Testamentos. E Moisés, no Antigo Testamento já ressaltava que essa é uma condição para que os homens sejam prósperos no sentido mais amplo do termo. Lembremos que prosperidade não significa dinheiro ou bens em abundância, pois muitos são os que têm riquezas e justamente por isso têm suas vidas estagnadas nas demais áreas. Prosperidade significa viver bem com o que temos e não está condicionado aos valores e sim à forma como os bens e valores são utilizados e aproveitados. Observemos o que disse Moisés em Êxodo 23:25: “E servireis ao SENHOR vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de vós as enfermidades”. Moisés ensinava ao seu povo que, sendo servos do Deus Altíssimo, eles seriam abençoados e nada lhes faltariam. Veja que ele lista as palavras chaves que significam tudo aquilo de que precisamos para viver: pão, água e saúde. O pão significa toda fonte de alimento e de provisão necessária ao homem. Alimento para o físico e para o espírito. Se nosso pão for abençoado, tudo que precisamos para nosso sustento está incluído. A água significa fonte de vida, que nos hidrata e purifica. Água limpa, corpo limpo, vida limpa, casa limpa. Tendo pão e água, metaforicamente temos os elementos necessários a uma vida com abundância e, consequentemente, saúde. Saúde física, emocional e espiritual. Os servos de Deus têm essa promessa e aqueles que nela confiam não se desesperam, não procuram o pão fora da bênção do Senhor, porque sabem que esse pão não farta, antes enfada e traz enfermidades para o corpo e para a alma. O pão que não é bendito traz dores e tristezas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!