Traduza este blog

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Então disse: Eis que eu faço uma aliança; farei diante de todo o teu povo maravilhas que nunca foram feitas em toda a terra, nem em nação alguma; de maneira que todo este povo, em cujo meio tu estás, veja a obra do Senhor; porque coisa terrível é o que faço contigo. Êxodo 34:10






Sempre ouvimos dizer que Deus, nosso Deus, é um Deus de alianças, mas, diante de nossa pequenez ficamos nos perguntando: por que o Criador faria uma aliança com seres tão limitados e pecadores? E quando refletimos sobre isso à luz da Bíblia, conhecendo os diversos exemplos de tantos homens e mulheres frágeis, pecadores e limitados como nós constatamos que Deus não acha graça nos mais fortes, Ele quer fazer aliança justamente com os mais fracos, com aqueles que dependem do Seu Poder, que se não se exaltam, mas sabem reconhecer que só pode todas as coisas Naquele que nos fortalece. Deus quer estabelecer uma aliança com aqueles que, apesar de caírem mil vezes reconhecem mil e uma que erraram e que nada são diante do Senhor, assim como fez Davi. Por isso é graça, algo totalmente imerecido. Deus não espera a nossa perfeição ou santidade absoluta, mas espera que nos aperfeiçoemos e busquemos a santidade com convicção de que ela é o caminho certo para mantermos a aliança que Deus faz conosco gratuitamente. Quando temos o desejo de santificação glorificamos a Deus, e atendemos a sua exortação: Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.1 Pedro 1:16. Se assim agirmos podemos conhecer as maravilhas tremendas que Deus nos promete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!