Traduza este blog

domingo, 19 de outubro de 2014

Tira-me do lamaçal, e não me deixes atolar; seja eu livre dos que me odeiam, e das profundezas das águas. Salmos 69:14


Essas palavras angustiadas do salmista para clamar a Deus são muitas vezes usadas por nós quando percebemos que nossos esforços pessoais, bens ou posição serão suficientes para nos livrar da situação na qual nos encontramos. Muitas vezes fazemos inimigos ocultos, ou angariamos o ódio de pessoas que convivem conosco nem sempre porque merecemos. Outras vezes nossas atitudes impensadas ou nossos posicionamentos divergentes nos levam a transitar em terrenos movediços ou a juntar inimigos. É nessa hora em que precisamos fazer como o salmista e clamar Àquele que pode mudar o curso de nossa vida, porque conhece todas as coisas e sabe quão profunda são as aguas em que estamos mergulhados. Não são raras as vezes em que não nos damos conta dos caminhos que estamos trilhando. Não estamos livres de problemas e decepções e nem mesmo de encontrar inimigos, pensando ter feito escolhas certas, mas se pedimos a Deus, em nome de Jesus, que nos livre do mal quando percebemos que nossas decisões estão nos afundando, Ele cuidará de nós e nos surpreenderá com as estratégias para nos livrar do mal e nos colocar em posição de bênçãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!