Traduza este blog

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. Romanos 8:15


O apóstolo Paulo nos lembra de nossa condição privilegiada de filhos de Deus porque a recebemos pelo maravilhoso plano de salvação propiciado pelo sacrifício do Senhor Jesus na Cruz do Calvário. Não somos filhos por acaso ou por merecimento, mas pela adoção e pela Graça dispensada. Por essa razão não precisamos temer o inimigo, mas agir com temor Daquele que nos resgatou do pecado e da perdição. Se podemos nos dirigir a Deus como Pai é porque Ele nos adotou e nos permite os direitos de filhos. Na vida civil, o filho pela adoção tem os mesmos direitos legais do que outrora era chamado filho legítimo e nossa condição espiritual, diante do Pai, é semelhante: fomos adotados por amor e recebemos do Pai os direitos e as prerrogativas de filhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!