Traduza este blog

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

“A ti também, Senhor, pertence a misericórdia; pois retribuirás a cada um segundo a sua obra. (Salmos 62:12)






É comum ouvirmos as pessoas colocarem sua confiança em um grupo, governo ou uma pessoa em especial, mas o salmista afirma que quando colocamos nossa confiança em Deus podemos ter a certeza de que Ele não deixará que Seus filhos sejam oprimidos. Muitas vezes colocamos a nossa confiança em pessoas e o natural é que sejamos frustrados, pois ninguém, nem mesmo os mais poderosos na terra tem o poder supremo e perene. Todos estão sujeitos à justiça de Deus, até mesmo aqueles que não creem Nele. Não se sabe de ninguém, nem o mais poderoso rei ou imperador que tenha mantido o seu poder ou riqueza na terra, posto que, após a morte, nem mesmo aqueles que acumularam bens e planejaram estratégias de preservação desses, como o exemplo os faraós egípcios. O fato é que, na terra, de forma passageira o poder e a riqueza circulam na mão de poucos, mas para o Reino de Deus isso nada vale. Acreditar em promessas de homens é uma ilusão, pois eles não podem salvar a si mesmos, tampouco preservar o poder que lhe é conferido por algum tempo. Portanto, o cristão só deve devotar sua confiança em Deus, tendo Jesus como único intermediário e advogado. Devemos agir com a medida de Deus e por isso devemos considerar o que diz o sábio Salomão em Provérbios 21:21 - O que segue a justiça e a beneficência achará a vida, a justiça e a honra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!