Traduza este blog

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Então orou Ana, e disse: O meu coração exulta ao SENHOR, o meu poder está exaltado no SENHOR; a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. 1 Samuel 2:1


Esse versículo registra o cântico de Ana que, depois de se mostrar totalmente atribulada em todos os sentidos, conforme lemos no capitulo anterior. Depois de fazer  um voto a Deus  e receber   sua vitória  Ana muda de postura. Ela passava por várias situações tristes, mas agora traz um novo cântico de vitória. Seu coração estava mal, ela não comia por tristeza, não encontrava prazer nas coisas que tinha e se sentia afrontada pela rival que a provocava, para irritá-la, porque o Senhor lhe tinha cerrado a madre. Quantos não se encontram na mesma situação de Ana sofrendo humilhações e afrontas que tiram o sono,  apetite e a vontade de viver?  O segredo da virada na vida de Ana está demonstrado nos quatro verbos: orar, exultar, comunicar, alegrar. Ana orava em seu coração e seus lábios se moviam como se estivesse embriagada. Sem se importar com o que pudessem pensar dela, ela entregou de coração a declarar a Deus a sua confiança  e pode comunicar a alegria da salvação e da mudança em sua vida.  Paulo já disse em Filipenses 4:6 que as ações de graças são parte indispensável de nossas orações. Ana recebeu a graça se não se furtou a agradecer Àquele que ouviu a sua oração. Ana fez uma bela canção ao Senhor, louvando  a santidade "Não há santo como o Senhor; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus". (1 Samuel 2:2); o conhecimento "Não multipliqueis palavras de altivez, nem saiam coisas arrogantes da vossa boca; porque o Senhor é o Deus de conhecimento, e por ele são as obras pesadas na balança". (1 Samuel 2:3), o poder "O Senhor é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela". (1 Samuel 2:6) e a justiça "Os que contendem com o Senhor serão quebrantados, desde os céus trovejará sobre eles; o Senhor julgará as extremidades da terra; e dará força ao seu rei, e exaltará o poder do seu ungido". (1 Samuel 2:10) de Deus. A atitude de Ana está expressa em seu próprio nome que significa "graça". Ela exalta a graça divina, recebida em grande porção. Nós também recebemos uma incalculável porção de graça, quando Jesus ofereceu Sua própria vida para nos tirar do pecado e no livrou das afrontas do inimigo, dando-nos a alegria da salvação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!