Traduza este blog

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Portanto, se Deus lhes deu o mesmo dom que a nós, quando havemos crido no Senhor Jesus Cristo, quem era então eu, para que pudesse resistir a Deus? Atos 11:17


Precisamos ouvir a vontade de Deus, essa é a mensagem que o escritor de Atos passa a Igreja de hoje. Muitas vezes fazemos a nossa vontade insistindo ser a vontade de Deus. Isso acontece em alguns casamentos que iniciam sem que Deus seja consultado. A Bíblia diz: o que Deus uniu o homem não separe, mas será que Deus uniu, ou foi a vontade do homem que insistiu em fazer algo contrário à vontade de Deus. Muitas vezes queremos tanto uma coisa que nos tornamos surdos para ouvir a orientação do Senhor que chega a nós por meio dos profetas, da Bíblia e até mesmo das pessoas próximas ou desconhecidas. Damos a nossa interpretação para o que lemos, ou questionamos a orientação que nos dão. Resistimos à Palavra, mas precisamos saber que, inevitavelmente, colheremos os frutos de nossas atitudes. Precisamos saber que se a palavra não é suave, é o tratamento de Deus que dói, mas não deixa cicatrizes e não traz efeitos colaterais. Quando resistimos, de uma forma ou de outra, Deus nos faz enxergar nossa tolice e mais adiante nos coloca de frente com o problema que criamos ao deixar de ouvir o que Ele nos diz. Foi assim com o profeta Jonas e tem sido assim com todos aqueles que resistem. Quem somos nós para resistir a Deus? Essa pergunta pode ser respondida, quando fazemos uma reflexão sobre todas as nossas atitudes passadas e nos colocamos diante das consequências advindas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!