Traduza este blog

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

"E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará." (Mateus 24:12).


Uma das profecias de Jesus sobre o fim dos tempos é que o amor de muitos se esfriará em relação a Ele. Vemos que isso não acontece instantaneamente, mas é um processo que vem sendo implantado pelo inimigo gradativa e sutilmente que as pessoas não percebem. Podemos verificar isso na sociedade atual em muitos sentidos. A banalização da violência, o esfriamento do amor ao próximo são características desse processo. Mas há algo que nos parece inocente e que nos mostra que a pessoa de Jesus vem sendo substituída tão naturalmente que até os mais religiosos, devotos ou cristãos convictos não são capazes de perceber.  A quase onipresença de Papai Noel, no período que antecede ao Natal é um sintoma desse momento. Não se ouve falar de Jesus, mas a figura de Papai Noel  é lembrada e reverenciada por crianças e adultos. É a ele que os pedidos são dirigidos. As crianças  são encorajadas a se comportar bem durante o ano, para receberem o agrado de Papei Noel. Jesus deixou de ser a razão do Natal, o aniversariante, para dar espaço à figura exótica que está em todo o lugar e demonstra atributos que visam a copiar os atributos de Jesus.  Ao desviar o foco do verdadeiro Deus, o mundo ensina às crianças a serem materialistas, além de apagar o sentido e a razão de nos reunirmos para comemorar o nascimento Daquele que veio ao mundo para nos salvar. Ele é o verdadeiro presente. O resto é ilusão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!