Traduza este blog

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Então disse Samuel ao povo: Não temais; vós tendes cometido todo este mal; porém não vos desvieis de seguir ao Senhor, mas servi ao Senhor com todo o vosso coração. 1 Samuel 12:20


Essas palavras de Samuel nos mostram o quanto Deus é misericordioso e longânime. Ele está dizendo que o pecador mesmo tendo errado, mesmo tendo deixado o alvo não deve se desviar da Sua presença. Isso não significa que Deus é conivente com o pecado, mas deixa claro que Deus continua amando o pecador. Esse amor incondicional no retira as consequências do pecado, mas mostra que Deus estende a mão a todo aquele que se arrepende. Deus só pode restaurar e redimir que quer, quem está perto Dele, por isso o recado para não se desviar, mesmo que tenha consciência de que errou. A estratégia de Deus é chamar de volta quem errou o alvo, ao passo que a estratégia do inimigo é plantar a ideia de que a pessoa que pecou não é mais digna de contar com Deus. Por essa razão muitos se desviam da Igreja quando fazem algo errado. Porque  têm consciência de que erraram, fazem como Adão e Eva. Preferem se esconder, ou culpar alguém pelo seu erro, preferem responsabilizar até mesmo Deus. Todavia o que Deus espera não é que as pessoas se afastem, ou se envergonhem, mas que, na consciência do erro, decidam continuar na presença de Deus, buscando a redenção. Deus não quer que as pessoas se afastem porque cometeram algum pecado. Se o diabo usa a mesma estratégia que usou com o primeiro casal, levando as pessoas ao sentimento de vergonha e de rejeição, Jesus usa a estratégia da acolhida e diz em João 6:37: “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora”. Mas observe que Deus não força presença. Ele nos convida a ir até Ele da forma como estamos, porque a vontade de Deus é que ninguém se perca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!