Traduza este blog

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna. Mateus 5:37


Esse trecho foi usado por Jesus para se referir especificamente ao juramento, mas, em tempos de tecnologias de comunicação usadas por gentios e cristãos,  podemos refletir sobre como Jesus agiria em tempos de redes sociais. Como Jesus usaria as redes sociais? Essa deve ser uma pergunta que devemos nos fazer sempre que tivermos usar esta ferramenta de convívio social e, sobretudo, de disseminação de ideias, opiniões e formas de comportamento. A Bíblia recomenda ao cristão que seu falar seja “Sim, sim; Não, não”. Isso não significa que precisamos usar apenas esses monossílabos em nossa comunicação, mas que sejamos coerentes e parcimoniosos em nossa linguagem.  Em tempos de rede, não só a nossa linguagem verbal deve ser considerada, mas, principalmente a linguagem não verbal. As imagens que escolhemos para postar em nossa página, as nossas fotos pessoais, e até mesmo aquelas que compartilhamos e que curtimos falam muito sobre quem de fato somos e sobre o que acreditamos. Na página do Facebook dificilmente distinguiríamos muitos cristãos dentre os assumidos mundanos. Retornando à pergunta inicial, imaginamos que Jesus nos aceitaria como Seus amigos, independente da forma como chegamos a Ele, mas ao visitar nossa página, em muitos casos, não curtiria nossas postagens. Precisamos ter claro que as redes sociais podem e devem ser usadas pelos cristãos, mas também lá devemos atender à exortação para sermos a luz do mundo e o sal da terra. As nossas escolhas linguísticas ou as nossas imagens dão testemunhos sobre quem somos, a quem servimos e qual é o nosso chamado. Portanto, quando formos postar algo ali, é importante nos perguntarmos: meus pais, meus amigos, meus irmãos, e meu Deus, principalmente, se agradariam do que verão? O que eu escrevo ali pode ser dito olhando nos olhos da pessoa a quem endereço a mensagem. Se a resposta for não, é melhor guardarmos para nós. 

Um comentário:

Agradecemos o seu comentário!