Traduza este blog

sábado, 10 de agosto de 2013

Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. 2 Coríntios 12:10


O apóstolo Paulo reconhece que as lutas, perseguições e injúrias por ele sofridas são essência da sua força. Quando refletimos sobre essa afirmação, vemos que conosco não é diferente. Muitas vezes Deus permite que passemos por pequenas lutas justamente para nos fortalecer e nos dar a devida maturidade para não esmorecermos nas batalhas maiores.  Aqueles que frequentam uma academia sabem que quanto maior o peso que erguem repetidas vezes, mais seus músculos são fortalecidos. O lavrador, que não se exercita por prazer ou por estética também sabe que o empunhar da enxada o faz mais forte para suportar as intempéries. Na nossa vida espiritual não é diferente. Quanto mais passamos por lutas, mais nos tornamos capazes de suportar os desafios que se apresentam. Quem é poupado, superprotegido ou desencorajado a lutar,  dificilmente se prepara para os momentos difíceis, por essa razão se acovardam ou se quedam diante do menor obstáculo. Paulo sabe que Deus opera na nossa fraqueza e, mais do que isso, reconhece que sem Deus nenhuma força subsiste. Se estamos nos sentindo perseguidos não esmoreçamos: Deus está no controle e nos garante a vitória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!