Traduza este blog

quarta-feira, 1 de maio de 2013


"Porque ouvi a murmuração de muitos" Jeremias 20:10





 Esta expressão de Jeremias reflete a razão, o motivo que o levou a um estado de desanimo profundo. Mas precisamos entender que a vida cristã, de acordo com a Bíblia, não pode dar lugar ao pessimismo. Se o mundo tentar nos diminuir com sua negatividade, temos que fazer oposição a isso, lembrando-nos sempre de que quem nos chamou sempre nos dará a vitória sobre qualquer problema, porque é Aquele que tudo pode. Como cristãos que verdadeiramente conhecem e se apropriam da verdade que liberta e edifica, devemos superar o desanimo assim como os grandes homens de Deus que também tiveram seus momentos de desânimo, mas que confiaram em Deus e receberam novas forças para seguirem adiante impulsionados pela fé.
É natural e esperado que enfrentemos problemas no mundo, na igreja, na família e em nossas vidas pessoais, mas isto não quer dizer que tenhamos de nos deixar levar pelo negativismo. Quando substituímos o pessimismo pela confiança em Deus, temos forças para remar contra a maré, porque vivendo na perspectiva da cruz somos impulsionados ao sucesso. Não podemos nos esquecer que Deus  está no controle não importa o tamanho da tempestade.  A história de Jonas nos mostra isso. A Bíblia mostra que foi Deus quem mandou a tempestade para naufragar Jonas, mas foi Ele também quem enviou o peixe para tragar e salvá-lo. Jonas pode ser lembrado como um grande pessimista que, durante o tempo em que deixou de ouvir Aquele que tudo pode e se deixou levar pelos seus medos e negatividades, perdeu a oportunidade de conhecer a vitória que Deus já havia determinado. Mas com esse episódio Deus nos ensina que ainda que a corrente seja contrária, ainda que sejamos fracos e covardes diante de nossos próprios temores, Ele espera que nos lembremos daquilo que nos pode dar esperança, pois quando o pessimista reconhece o poder de Deus, ele ora. Foi isso que levou Jonas a orar. E a oração é o motor que impulsiona o barco da vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!