Traduza este blog

segunda-feira, 13 de maio de 2013


Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Efésios 5:6



O apóstolo Paulo nos exorta a exercer a obediência, lembrando-nos que de Deus não se agrada de quem é desobediente. Foi pela desobediência que o pecado entrou no mundo e por conta disso a humanidade colhe as suas consequências e Jesus precisou pagar um alto preço. Mas a Bíblia mostra que os obedientes resplandecem e colhem, mesmo que o mundo afirme o contrário, os frutos dessa atitude sensata. Em Filipenses 2:3-11 o apóstolo ensina “nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo;  não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus,  o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar,  mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens;  e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz.  Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome;  para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra,  e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai”. É importante compreendermos que a obediência produz bons frutos e que Jesus, em quem devemos nos espelhar, deu-nos o maior exemplo. Ele foi humilhado, resignado e paciente não deixou de obedecer, e por essa razão foi exaltado pelo Pai. O Seu nome é aclamado e não nenhum outro maior do que Ele, portanto, que ninguém nos desvie de Seus ensinamentos, porque ninguém tem autoridade para nos levar à desobediência. Que ninguém nos engane!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!