Traduza este blog

quinta-feira, 23 de maio de 2013


Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. 1 João 2:1




A adesão a uma vida cristã nos leva a fugir do pecado, a não errar o alvo e nos encaminha para buscar o caráter de Cristo. Mas nosso Pai, que conhece as nossas limitações e fraquezas não nos deixará à mercê do diabo (1 Coríntios 10:13), mas também não retirará as tentações e as provações que fazem parte de nossa prova de crescimento e desenvolvimento espiritual. Jesus deixou claro que estaria do nosso lado, que não nos abandonaria diante de uma tentação. Ele sabe que somos fracos, mas é a nossa força e a nossa esperança quando pecamos. É o nosso Advogado junto ao Pai.  Contudo, o pecado na vida do cristão é apenas um acidente. Não podemos nos acostumar com ele, nem deixar que seja rotina. Jesus nos ensina a sair da transgressão. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça" (1 João 1:9). O apóstolo Paulo disse: "Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus" (Filipenses 3:12). Tendo em vista o exemplo de Cristo e a certeza de que aquele que persistir receberá a coroa, deixemos de lado a dúvida e as más influências, prosseguindo na  esperança que nos impulsionou no princípio a deixar o pecado e servir a Deus. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!