Traduza este blog

sábado, 15 de setembro de 2012


Jesus respondeu-lhes, e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes. (João 6:26)

Não é raro ouvirmos dizer que o e egoísmo é um sintoma da falta de Deus na vida de uma pessoa. Geralmente, quando a pessoa não se interessa, não se preocupa, e não faz nada pela vida dos outros é porque não conhece a Deus. São pessoas que vivem em função de si mesmas e se elas estão bem é o que importa. O pior é quando se constata essas  características naqueles que se denominam cristãos. Há cristãos que vivem em busca de bênçãos, que pedem e esperam receber, mas dificilmente estão prontos para abençoar outras vidas. Seus testemunhos confirmam essa característica. Apregoam o quanto foram abençoados, mas não relatam sequer uma vez em que foram abençoadores. Cristão egoísta é um paradoxo inaceitável, pois cristão deveria ser um imitador de Cristo e Ele deu a Sua vida por uma humanidade que não merecia, enquanto muitos cristãos vão se tornando sanguessuga (Pv. 30.15), a gerar filhos Dá e Dá, preocupados somente com o que vão receber, mas nunca com o que podem dar.  Esse tipo de cristão está muito mais preocupado com o que Jesus pode lhe dar do que em conhecê-Lo. Faça um exame, que lhe interessa mais? Quem é Jesus ou o que Ele pode fazer por você? Mas isso não é novidade, Jesus era frequentemente procurado somente pelo que Ele podia fazer por aquelas pessoas.   Ainda hoje muitos continuam fazendo isso com o Senhor, da mesma forma que fazem aos irmãos.
Devemos lembrar que as nossas necessidades chegarão a um fim, mas Jesus Cristo permanecerá para sempre. Se as suas orações têm sido somente a apresentação de  pedidos ao Senhor, e se nunca é capaz de abençoar outras vidas, esperando apenas ser abençoado está perdendo uma grande oportunidade de conhecer alguém com quem vamos passar a eternidade e de partilhar a alegria de ser um multiplicador de bênçãos enquanto está nesta Terra. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!