Traduza este blog

quinta-feira, 27 de setembro de 2012


"Ai dos meus filhos que se revoltam contra mim, que fazem planos sem me consultarem e assinam acordos sem a minha aprovação! Assim amontoam pecado em cima de pecado. (Isaías 30:1)

O profeta traz à tona uma questão recorrente nos dias atuais: a desobediência e a rebelião. A insubmissão tem sido comum na família, no trabalho e na sociedade. Vemos submissão às autoridades, aos patrões, ao governo, aos professores, aos pais,  do mesmo modo que vemos  abuso de poder e exploração por parte daqueles que estão em autoridade. A bíblia nos ensina que devemos submissão às pessoas que são colocadas para exercerem autoridade e também nos ensina a sermos submissos aos que têm autoridade sobre nós. Primeiro devemos submissão a Deus, pois Ele  é autoridade suprema e  fonte de toda autoridade, conforme ensina Paulo em  Romanos 13:1. Assim como devemos submissão a Deus, devemos também respeitar a hierarquia, pois a autoridade funciona também respeitando uma ordem, pois existe uma hierarquia constituída por Deus.  Desobediência é a oposição, resistência às autoridades e isso desagrada a Deus, pois a rebeldia é um princípio de satanás! Ele desobedeceu a Deus e almejou ocupar o seu lugar e também influenciou alguns anjos. Adão e Eva também foram rebeldes e sua atitude trouxe sérias consequências para toda humanidade. Precisamos saber que toda desobediência traz grandes prejuízos. A história está repleta de exemplos de consequências advindas da desobediência. A nossa volta podemos reconhecer vários casos em que a desobediência trouxe sérias consequências. Quem faz planos sem consultar a Deus certamente se frustra. Quem age com independência e insubordinação  aos seus líderes em pouco tempo se decepciona.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!