Traduza este blog

sábado, 29 de setembro de 2012


Achando-se as tuas palavras, logo as comi, e a tua palavra foi para mim o gozo e alegria do meu coração; porque pelo teu nome sou chamado, ó SENHOR Deus dos Exércitos. Jeremias 15:16



É nesse alimento que nutre o espírito e revigora a alma que devemos sustentar nossas fraquezas. Foi com ele que o profeta Jeremias se sustentou. Há aspectos da vida espiritual desse profeta que nos ajudam a compreender essas palavras como um estímulo a fazermos uma alimentação saudável também espiritualmente.  Jeremias ingeriu as palavras de Deus como nutrientes que fortificariam a sua vida. Assim ele permitiu que as palavras de Deus tivessem efeito positivo.Jeremias deu importância à palavra porque ele valorizou a sua relação com a pessoa que a revelou. É como fazemos quando pagamos caro por um restaurante porque conhecemos o valor de seu chef de cozinha. Há uma expressão popular que diz “você é o que você come”. Isso significa dizer, em outras palavras, que nosso organismo reflete aquilo que recebe como nutrição. E isso se aplica também para nosso espírito. Se nos alimentos com coisas saudáveis, certamente assim o seremos. Se nosso espírito recebe a porção necessária de alimento estaremos nutridos para vencer qualquer luta. Mas se nos alimentamos dos “fast foods” do mundo, se não cuidamos de nossa saúde espiritual, é certo que ficaremos debilitados. Podemos gastar fortunas em restaurantes ou nas prateleiras de supermercados e continuar desnutridos, se não observarmos o valor nutricional do que ingerimos. Analogamente isso pode ser visto na vida espiritual de uma pessoa.  O Senhor Jesus em  Mateus 4:4 nos ensina  “Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. "  Para ficarmos espiritualmente saudáveis precisamos cuidar bem da nossa alimentação. Jeremias entendeu esse princípio e por isso cultivou uma verdadeira comunhão com Deus. Do que você tem se alimentado? A resposta a essa pergunta é o seu termômetro para saber como anda sua vida espiritual. Muitos  têm se servido dos alimentos  na roda dos escarnecedores. Muitos têm comido as sobras dos porcos, ignorando que na Casa do Pai há uma mesa farta e da melhor qualidade. Muitos têm se contaminado com alimentos estragados e impuros e chamado a si a enfermidade do corpo e da alma. Muitos estão desnutridos e perecem. Mas o Senhor misericordioso manda aos Seus a porção diária do maná, porque deste pão o homem se fartará e nada haverá de lhe faltar, pois estará forte para resistir nos dia mau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!