Traduza este blog

sábado, 28 de julho de 2012





Também deixei ficar em Israel sete mil: todos os joelhos que não se dobraram a Baal, e toda a boca que não o beijou. (I Reis 19:18)



Vivemos dias em que tudo parece conspirar contra a evangelização e contra a busca de santificação que agrada a Deus. Na vida cristã isso parece se potencializar quando nos envolvemos com alguma atividade para a Obra de Deus. Quantas vezes temos a impressão de que nada do que fazemos concorre para o crescimento da igreja, por mais que nos esforcemos! Muitas vezes temos a impressão de que estamos sozinhos nessas lutas e isso nos leva a pensar em desistir. Mas antes disso precisamos nos lembrar que trabalhamos para Deus, e não para os homens. Nossa meta deve ser o crescimento do Seu Reino, e para Seu louvor e jamais para a nossa glória ou reconhecimento. Vemos nesta passagem de I Reis que até os grandes profetas, que tinham uma relação  face a face com Deus, também viviam momentos de fraqueza e dúvida, e sentiam vontade de capitular. Mas aprendemos que, assim como Deus os levantou e sustentou, conosco age de igual maneira. Ele é o Deus imutável, e ainda hoje, quando nos convoca, nos dá o suporte que precisamos para não desistirmos. Quando pensarmos em desistir, devemos nos lembrar desse momento em que Deus fala para Elias que ele deveria voltar, pois ainda havia sete mil fieis a Deus em Israel. Elias não estava sozinho como ele imaginava. Há mais joelhos que não se dobram aos deuses desse mundo, não esmorecem e não se deixam enganar, perseveram assim como nós devemos perseverar. Nosso coração deve estar convicto na unidade, porque como naquele tempo, Deus também tem filhos fiéis que não dobraram seus joelhos à Baal. Não estamos sozinhos! Além do Senhor, que nunca nos abandona, ainda existem sete mil do nosso lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!