Traduza este blog

quinta-feira, 14 de junho de 2012


Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (1 Timóteo 2:5)


A Bíblia nos recomenda por meio de várias porta-vozes a buscar a santidade. Isso significa que a condição de santo deve ser uma meta almejada por todos, significa que os santos existem desde os tempos do Antigo Testamento. Mas significa também que para ser santo não é necessário que alguém, ou uma instituição ou um tribunal afirme essa condição. Para ser santo basta ser separado, levar uma vida no modelo ensinado por Jesus e fazer a vontade de Deus, afastando-se dos caminhos tortuosos do mundo. Não é necessário deixar o mundo, mas estar no mundo sem se contaminar por ele. Precisamos buscar a santidade e nos cercar de pessoas santas, contudo, em obediência à palavra de Deus, não podemos fazer dos santos o nosso intercessor ou mediador para alcançarmos a graça de Deus. Tiago é muito preciso quando afirma que há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo. Jesus é o único que tem a vida em si mesmo, porque mesmo morrendo na cruz, onde verteu todo o sangue em remissão de nossos pecados, ressuscitou levando consigo as nossas dores. Por isso, é o único que traz as credenciais de Salvador e o único que pode nos garantir a vida eterna ao lado do Pai. Os santos, os grandes espíritos, os iluminados, devem ser admirados, respeitados e até mesmo imitados em suas atitudes que edificam e espelham a vontade de Deus, mas jamais idolatrados ou venerados, ou mesmo aclamados como mediadores. Somente Jesus pode dar a vida, porque é o único que a tem verdadeiramente. Todos os outros santos não foram capazes de vencer a morte, ainda que vivessem de acordo com a vontade do Senhor.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!