Traduza este blog

terça-feira, 12 de junho de 2012


O SENHOR empobrece e enriquece; abaixa e também exalta. (1 Samuel 2:7)

 
Não é raro vermos pessoas prósperas e bem sucedidas serem surpreendidas com um revés em sua vida e saírem da opulência para bancarrota de um dia para o outro. Assim como pessoas que vêm da pobreza conseguirem superar obstáculos aparentemente intransponíveis e mudarem seu status. Diante disso ficamos pensando que Deus deveria premiar os bons e castigar os maus e que não parece coerente que os ímpios prosperem, enquanto os servos de Deus passem por reveses em suas vidas. Mas se lermos com atenção a palavra de Deus, veremos que muitas vezes Deus permite a privação daqueles a quem ama para que compreendam que Ele não é o Deus da abundância ou dos momentos vitoriosos somente. É o Deus da provisão e da privação; da abundância e da carência; da saúde e da doença. Ele é o Deus de todos os momentos. A doença, a pobreza, a derrota, a fraqueza e a infertilidade podem até nos alcançar, mas teremos mais força para superar esses reveses se crermos que Deus está no comando. Essa é a diferença entre os que servem a Deus e o ímpio. Na carência ou na abundância, o servo de Deus não se abala, não muda sua forma de ser e de agir, nem deixam de honrar e de glorificar a Deus, enquanto o ímpio age conforme a situação. Muitos só se lembram de Deus na dificuldade e quando pensam estar bem agem com total independência. O fato é que Deus é soberano e aquele que se coloca em posição de reverência e de reconhecimento, ao contrário daqueles que se rebelam e agem com independência em relação a Ele, mesmo passando por momentos de angústia, encontram o favor de Deus.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!