Traduza este blog

sexta-feira, 16 de setembro de 2011



"vá e não peques mais" (João 8:11)


Amado(a), o ser humano, criado à semelhança de Deus, nem sempre busca o crescimento de sua estatura à exemplo de Cristo. E, em vez disso prefere reclamar porque Deus não atende aos seus clamores, porque não recebe as bênçãos esperadas. Mas a mesma pessoa que reclama e que cobra de Deus a demora em atende a sua petição não faz uma reflexão sobre como tem agido diante das orientações bíblicas, ou como tem reagido diante dos conselhos de pessoas mais experientes. Há pessoas que, contrariando a palavra, seguem fazendo o que lhes convém, agem de acordo com sua própria consciência e ignora os princípios de Deus e depois reclamam de sua sorte. Há quem deixe suas companheiras, idôneas e fieis para se entregarem a mulheres promiscuas e à margem da sociedade; há quem deixe seus companheiros dedicados por futilidades e rodas de amigos, nem sempre confiáveis; há quem deixe se levar pelas rodas dos escarnecedores em vez de voltarem para seus lares limpos e abençoados. Essas atitudes dão legalidade ao inimigo para bloquear as bênçãos, portanto, não é a Deus que devem ser dirigidas as reclamações pelo não atendimento aos pedidos de bênçãos. O que precisa ser feito é uma reflexão sobre o quanto essas condutas incompatíveis com os princípios divinos são barreiras para o crescimento humano. Deus não se mistura com o pecado, nem compactua com o pecador, mas é misericordioso para perdoar e dar uma nova oportunidade àqueles que se arrependem e não voltam ao erro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!