Traduza este blog

domingo, 24 de julho de 2011



“porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; (I João 5.4)



Amado(a), há algumas verdades, reiteramente explicitadas na Bíblia, o nosso manual de instrução para vencermos o inimigo de nossas almas. Entretanto, elas vem sendo esquecidas ou não empregadas. Essa é a vontade do diabo: nos distrair de tal forma que esqueçamos a maneira correta de vencê-lo. O apóstolo João no texto em epígrafe nos lembra uma dessas verdades: quem é nascido de Deus vence o mundo. O que deveria ser uma constatação óbvia, se compreendemos que Deus é soberano, passa despercebida, porque não assumimos verdadeiramente nossa condição de herdeiros e, por isso, caímos nas ciladas de satanás que usa como principal estratégia para conseguir seu intento a sugestão de que somos fracassados. Ora, quem é nascido de Deus, quem aceitou o plano de salvação de Cristo é naturalmente vencedor. Mas precisamos tomar parte neste plano, entendendo que nossa luta é contra o pecado, e temos que ser firmes na resolução de não abrir brechas para que o acusador nos enfraqueça. Eis porque é fundamental nos afastarmos das más influências. Elas são o estopim para nos desviarmos de nossos propósitos e o inimigo sabe disso, fazendo parecer que são inofensivas. Muitas vezes ele nos faz pensar que somos fortes o bastante para nos envolvermos com pessoas que potencialmente podem nos desviar dos caminhos de Deus. Outras vezes ele entra na própria igreja e nos faz pensar que já estamos firmes o suficiente para evangelizarmos no terreno do inimigo e assim esquecemo-nos de vigiar, abrimos brechas quando passamos a fazer o contrário do que a Bíblia nos ensina, e aos poucos passamos a fazer exatamente o que o inimigo espera. Mas nunca é demais lembrar que já temos a vitória. É preciso tão somente decisão firme de abraçar essa vitória.
Amado(a), quando se sentir fraco, lembre-se de que Deus coloca em seu caminho pessoas que lhe darão bons conselhos. Siga-os, mesmo que eles sejam exatamente o contrário de seus desejos.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!