Traduza este blog

quinta-feira, 11 de março de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes." (Efésios 6:12)

Amado(a) Paulo está nos ensinando uma estratégia para vencermos uma batalha. Antes de nos armarmos para qualquer luta, antes é preciso conhecer o inimigo que vamos enfrentar. Não se pode ir para uma guerra sem que se conheça o inimigo. Essas têm sido as causas de nossas derrotas: queremos usar a nossa força, queremos usar as nossas armas e estamos lutando contra o inimigo errado. Primeiramente é preciso saber que nossa luta não é contra carne ou sangue. Quantas vezes lutamos contra o inimigo errado: tomamos como inimigo aquele que nos aponta nosso erro, aquele que nos incomoda ou nos afronta, quando precisamos entender que existe uma força espiritual maligna que age por trás das estruturas e das pessoas. O inimigo opera por meio das estruturas da nossa sociedade. Ele está presente nas nossas relações, incentiva a corrupção, a traição, a mentira, a prostituição, a pornografia, a vaidade, a ambição. Quando vemos na Televisão, nas revistas, a apologia do homossexualismo, do sexo livre, do adultério, da promiscuidade... Por detrás daquele apresentador, daquele jornalista, existe uma atuação diabólica que está agindo para destruir os valores do Reino de Deus e estabelecer os valores do reino das trevas. E assim apodrecer as fibras da estrutura da sociedade, começando pela família. O diabo não quer uma família estruturada, com valores e princípios cristãos. Ele quer degenerar os costumes, banalizar as relações, naturalizar o pecado, pois é na família que a sociedade de alicerça. Existe uma estratégia maligna para destruir todos os valores do Reino de Deus.
E muitas vezes ele age distorcendo as coisas, fazendo parecer bonito o que é feio, puro o que é imundo, como afirma Paulo em carta aos Coríntios 11:14 “ E não é de admirar, porque o próprio satanás se transforma em anjo de luz.” Por isso devemos estar conscientes de que uma batalha espiritual é vencida quando usamos toda a armadura de Deus e não a nossa. Sabendo que nosso inimigo é inteligente, cheio de astúcia, mentiroso, acusador, fingido e ousado o enfrentaremos com a armadura de Deus, porque Ele conhece o caráter do nosso adversário. Por isso, amado(a) devemos vigiar e orar sempre, mas fazendo o que nos ensina o salmista: “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra.” (Salmos 46:10)
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!