Traduza este blog

terça-feira, 9 de março de 2010

Maná: Palavra Diária para Edificação



“Sabedoria e conhecimento te são dados; e te darei riquezas, bens e honra, quais não teve nenhum rei antes de ti, e nem depois de ti haverá. (2 Crônicas:1:12).

Amado(a) o jovem rei Salomão pediu sabedoria a Deus e, por isso, ganhou fama universal em virtude da grande sabedoria que lhe foi concedida. Na verdade Salomão pediu a Deus um coração que ouve. E isso fez toda a diferença em sua vida. Ele estava diante do dono do ouro e da prata, mas deixou de lado a ambição e pediu algo que não poderia ser aquilatado e Deus o honrou sobremaneira, dando-lhe muito mais do que pediu, porque sua atitude agradou ao Senhor. Um coração que ouve é muito mais do que um coração sábio, pois sabedoria consiste em um acúmulo de conhecimentos e experiências reunidos dentro de um ser humano é a correta aplicação do conhecimento. Mas não pode ser comparada a um coração pronto a ouvir a voz de Deus. O coração que ouve envolve dependência de Deus. E o sábio muitas vezes se arvora em seu próprio conhecimento e não dá ouvidos à voz do Senhor. Não basta ser sábio, é preciso ter um coração que ouve e acata a voz de Deus, é o que nos ensina Salomão. Salomão teve tudo que um homem poderia desejar, foi prospero e vitorioso em todos os sentidos, mas quando se deixou contaminar por ouvir a voz das mulheres estranhas com as quais se associou, o sábio rei caiu, pois deixou de ter um relacionamento dinâmico de dependência com o próprio Senhor Jesus, com o Deus Vivo. Quando deixou de ter um coração que ouve e atende à voz do Senhor, mesmo com abundante sabedoria, perdeu o que tinha de mais precioso. A sua sabedoria estava completa em si mesma e autoconfiante e isso foi a razão de sua queda, mas enquanto tinha um coração compreensivo e dependente de Deus foi honrado por Deus e pelos homens.
Amado(a) se você quer ser honrado em toda a acepção da palavra, tenha um coração disposto a ouvir a voz de Deus, mas se der ouvidos a pessoas estranhas, aos ímpios que nada podem acrescentar em sua vida e só fazem contaminar a sua relação com o Senhor, certamente irá se desapontar. A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos e a lição de Salomão deveria ser suficiente para que retenhamos de Deus as suas promessas, sem as perdemos por nossa insensatez.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!