Traduza este blog

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Palavra Viva: o alimento diário da fé




“E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal.” (Mateus 10:1)

Amado (a),

Quem eram os doze discípulos? Mesmo que você não saiba o nome de todos provavelmente vai se lembrar de Pedro, Judas e João. No meio daqueles que Jesus escolheu para viver com Ele havia um que negou, um que traiu e um que amava muito. Quem não vai se lembrar que Pedro negou Jesus três vezes? E aquele que trocou Jesus por um punhado de moedas? Também havia João, o discípulo do amor. Certamente os nomes dos três de pronto são lembrados quando falamos de discípulos, principalmente dos dois primeiros que erraram diante do Pai. Mas o interessante deste versículo acima é que ele nos diz que Jesus deu poder aos doze discípulos para curar e expulsar demônios. Isso nos faz refletir sobre ser chamado por Jesus e permanecer na sua presença sendo fiel. Nos faz pensar e refletir sobre nossa aliança com Deus e porque não nos perguntarmos que tipo de discípulos somos. Nos foi dado como Igreja todo poder sobre espíritos imundos, para os expulsar e curar toda enfermidade e todo o mal. Mas Jesus deixa uma advertência na sua palavra em Mateus 7:21 ” Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” Muitos farão prodígios em nome Dele e não pertencem a Ele. Apenas entrará no Reino de Deus aquele que fizer a vontade do Pai. Então, avaliemo-nos neste momento e nos perguntemos: “Que tipo de discípulo eu sou? Ando perto de Jesus, mas não o obedeço?”. Pense nisso e deixe o Espírito Santo lhe confrontar e lhe mostrar toda a verdade para que haja a mudança necessária na sua vida.

Deus lhe abençoe!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!