Traduza este blog

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

“SENHOR, livra a minha alma dos lábios mentirosos e da língua enganadora.”(Salmos 120: 2)




Amado (a), Deus ama a verdade e abomina a mentira que tem como pai o diabo. Mas ainda que vivamos em retidão e dentro da verdade ensinada pelas Escrituras, sabemos que a nossa volta persistem aqueles que têm a mentira como fundamento em suas vidas. Aqueles que acreditam que há mentiras sociais e mentiras necessárias e de mentira em mentira vão tecendo uma teia de engano e uma armadilha que captura a alma. A Bíblia está repleta de instruções sobre o cuidado que se deve ter com ela para não sermos condenados. Por isso diz o apóstolo Pedro: Porque quem quer a vida, e ver os dias bons, refreie a sua língua do mal, e os seus lábios não falem engano. (I Pedro 3:10).
O apóstolo nos ensina a refrear a língua. Porque toda a natureza, tanto de bestas feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana; mas nenhum homem pode domar a língua.
Com ela bendizemos a Deus Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus, afirma Tiago 3:5-9. É por isso que o salmista clama ao Senhor para que o mantenha longe dessas pessoas, que os livre daqueles que armam ciladas com a própria língua.

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!