Traduza este blog

terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Vá dizer a Ezequias: Assim diz o Senhor, o Deus de seu antepassado Davi: Ouvi sua oração e vi suas lágrimas; acrescentarei quinze nos à sua vida. Isaías 38: 5





Essa passagem que narra a orientação dada ao rei Ezequias pelo profeta Isaías nos faz refletir sobre a forma como reagimos às notícias boas ou más que nos chegam em determinados momentos de nossas vidas. É nos extremos que demonstramos quem realmente somos e como vemos Aquele que nos criou. O profeta relata o episódio em que anuncia a iminente morte do rei Ezequias gravemente doente, contudo, Ezequias se humilha diante de Deus, e o Senhor mais uma vez lhe ouve a oração e lhe acrescenta mais quinze anos de vida. Isso nos mostra que em vez de nos revoltarmos com as más notícias, ou responsabilizarmos a Deus por não nos livrar de algo indesejado, devemos fazer como aquele rei diante do infortúnio: clamar e pedir ao Senhor por uma mudança. Entendemos que os filhos de Deus que têm uma vida de oração ativa, são ouvidos por Ele. Assim como fez ao rei Ezequias, Deus revogará ao que clama o decreto de morte. Pela graça e misericórdia o Senhor atende a oração de seu servo. Mas lemos também nessa passagem que após a recuperação, o rei escreveu seu testemunho contando como se sentia e como Deus o restaurou. Isso nos mostra que é muito importante que saibamos ser gratos a Deus, e contar a todos de forma jubilosa seu agir em nossas vidas. Tal qual o testemunho de Ezequias que atravessa gerações e ainda hoje nos encoraja a confiar em Deus, nosso testemunho também é uma forma de louvarmos a Deus e de abençoarmos outras vidas e para que possamos cantar como o salmista

Mudaste o meu pranto em dança, a minha veste de lamento em veste de alegria, para que o meu coração cante louvores a ti e não se cale. Senhor, meu Deus, eu te darei graças para sempre. Salmos 30:11-12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!