Traduza este blog

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

“Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele.” Atos 1:14




A Palavra de Deus diz que a Igreja perseverou unanimemente na oração, segundo o original grego. A tradução coloca a preposição “em” denota o lugar onde se encontra alguém, ou expressa a ideia de tempo. Perseverar em oração é diferente de perseverar na oração, pois a segunda significa que existe uma oração que deve ser seguida como modelo, a Oração do Pai Nosso. Esse modelo indica princípios básicos que devem ser observados, no entanto oração foi transformada em uma repetição, sem que aqueles que a repetem compreendam o seu verdadeiro significado. A intenção de Jesus não foi passar um texto a ser repetido mecanicamente, mas mostrar os temas básicos que como um roteiro que deve conter uma oração que agrada ao Pai, conforme o próprio Jesus nos ensina em Mateus 6:5-8:

“E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa. Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!