Traduza este blog

domingo, 7 de outubro de 2018

Exorto, pois, antes de tudo que se façam súplicas, orações, intercessões, e ações de graças por todos os homens, pelos reis, e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranquila e sossegada, em toda a piedade e honestidade. Pois isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade. 1 Timóteo 2:1-4



Timóteo nos ensina que a oração é a chave que move a mão de Deus para que homens sejam usados a fim de promoverem a mudança de uma nação. Por isso, a Igreja brasileira carrega a responsabilidade de acionar a chave da autoridade que move os céus e a terra. Temos a promessa do Senhor para a cura da nação e ela exige nosso posicionamento. Cremos que estamos às portas de um novo tempo, no momento de nos levantarmos para tomar posse de um país transformado. Mas precisamos saber que depende de nós, como Igreja, sair de nosso comodismo e de nossa individualidade para nos levantar e ser a luz para um Brasil transformado. Precisamos orar para que o Reino de Deus se manifeste em nossa nação, para que a vontade de Deus seja feita em nosso país. Somos embaixadores desse Reino e se desejamos que Deus esteja no controle de cada área de nosso país, que Sua vontade se manifeste na política, na educação, no poder judiciário, na saúde, nas relações exteriores etc, precisamos fazer nossa parte e oramos para queremos que a vontade de Deus seja manifesta diariamente em nosso Brasil. Precisamos acordar e despertar como Igreja para orar pelas autoridades da forma que Deus quer que oremos. Hoje é dia de agirmos como Gideão e como seus soldados, cercar o arraial midianita, para que Deus realize um grande milagre no Brasil.

A justiça engrandece a nação, mas o pecado é uma vergonha para qualquer povo. Provérbios 14:34


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!