Traduza este blog

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares. Salmos 51:4




A história de Davi nos mostra o significado do verdadeiro arrependimento e nos ensina como agir diante do reconhecimento de nossos pecados. Deus não se agrada de sacrifícios, mas espera a nossa mudança de atitude quando percebemos ou somos confrontados pelos nossos erros. Arrepender-se é voltar ao lugar de origem e verdadeiramente deixar de fazer aquilo que é visto como erro. Arrependimento gera mudança de vida, ao contrário do remorso que apenas gera não produz mudança. Os dois sentimentos são marcados por grande tristeza e aflição, porém são completamente diferentes um do outro. O remorso é tristeza pelas consequências de um pecado, mas não pelo pecado em si. A chave para que o verdadeiro arrependimento seja gerado em nosso coração é compreendermos que somos filhos de Deus e que quando pecamos entristecemos o coração do Pai, pois o arrependimento está ligado ao modo como o pecado afeta nosso relacionamento com Deus, ao contrário do remorso, conforme nos ensina Paulo em 2 Coríntios 7:10

A tristeza segundo Deus produz um arrependimento que leva à salvação e não remorso, mas a tristeza segundo o mundo produz morte.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!