Traduza este blog

segunda-feira, 12 de março de 2018

"Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que creem no seu no­me; os quais não nasceram da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus." João 1:12-13.




A palavra “cristão” é uma combinação de duas outras: Cristo e homem. O cristão é uma combinação de Cristo e aquele que escolhe pertencer a Ele, aquele que nasceu de novo. Mas isso só ocorre pelo novo nascimento sobre o qual Jesus falou a Nicodemos: "Se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus" (João 3:3). Portanto, Cristão é aquele que nasce de Deus e o nascimento espiritual é a única forma de entrar na família de Deus, ao contrário do que diz o senso comum, ao propagar que todos são filhos de Deus. Só pode se autodenominar cristão aquele que recebe a Cristo pela fé e compreende que Jesus, o Filho de Deus, morreu voluntariamente para expiar os pecados de toda a humanidade. Por isso o apóstolo João nos disse:

"Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que creem no seu nome" (João 1:12). Mas aquele que crê e recebe a Jesus deve andar como Ele andou: não basta apenas crer. Deve ser conhecido pelos seus frutos.  "Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis" (Mateus 7:20).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!