Traduza este blog

terça-feira, 16 de maio de 2017

Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido. Atos 4:20



O Livro de Atos foi escrito para contar a história da Igreja que ainda continua sendo escrita e para orientá-la em sua missão permanente. Lucas descreve como o Espírito Santo capacitou os apóstolos para propagar o testemunho de Cristo aos gentios. No texto em epígrafe, vemos uma confissão de fé e de fidelidade à Obra. Os apóstolos João Pedro realizaram um grande milagre e, imbuídos da autoridade dada pelo Senhor, pregavam e convenciam multidões indecisas para leva-las a Cristo. Mas os sacerdotes, saduceus, incomodados com aquele movimento que arrebatava multidão prenderam Pedro e João. A intenção era calar esses homens que cada vez mais persistiam na missão de pregar o Evangelho e de preparar a Igreja do Senhor Jesus. Não se via mais nenhuma sobra de um Pedro acorvardado que negou o Seu Mestre, mas um discípulo que pregava com ousadia e intrepidez. Esse episódio nos ensina que como discípulos devemos ter essa ousadia e falar sobre Aquele que nos comissionou. Ao aceitarmos ser discípulos de Jesus nos tornamos Suas testemunhas e isso significa que devemos descrever com fidelidade o que temos visto e ouvido sobre o Mestre. Pedro não chamou a si a honra do milagre realizado quando curou o homem coxo, mas afirmou aos sacerdotes que ele foi curado em nome de Jesus. Precisamos ter coragem e intrepidez para apregoarmos ao mundo que a salvação é possível exclusivamente em nome de Jesus. Ainda que o mundo e suas autoridades tentem evitar, o milagre não pode ficar oculto e não há como negar aquilo que Deus faz. Como testemunhas fieis, devemos fazer como nos exorta o salmista:


Cantai louvores ao Senhor, que habita em Sião; anunciai entre os povos os seus feitos. Salmos 9:11


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!