Traduza este blog

quinta-feira, 30 de março de 2017

E comeram todos, e saciaram-se; e levantaram, do que lhes sobejou, doze alcofas de pedaços. Lucas 9:1


Essa é uma passagem, provavelmente, conhecida por cristãos e não cristãos. A Bíblia narra que os discípulos voltaram do evangelismo, foram ter com Jesus, e foram seguidos por uma multidão faminta. Obviamente não levaram alimentos e nem tinham dinheiro para comprar alimento para cerca de 20 mil pessoas, conforme estima a Bíblia. Os discípulos não contavam com essa adesão súbita e não sabiam o que fazer, mas Jesus já sabia desde o início. Com essa passagem aprendemos algumas importantes lições. Vemos que os discípulos encontraram um menino que tinha o jantar garantido para ele e sua família, mas se dispôs a dividir. O que parecia ser pouco era tudo o que ele tinha, era o seu melhor e ele não reteve. Vemos também que é no deserto que Jesus inicia a sua obra, cura os enfermos e anuncia a mensagem de amor, perdão e salvação. Vemos que Jesus se preocupa também com nossas necessidades físicas e com todos os aspectos da vida humana. Como fez na travessia do deserto no passado, Deus proveu o alimento para o povo e Jesus prova que mesmo com pouco ou nenhum recurso, ele tem o poder de fazer multiplicar, prosperar e suprir as necessidades dos seus servos. Deus é o mesmo ontem e hoje e assim como  deu o maná no deserto, providenciou alimentos para a multidão, por isso o salmista nos diz


Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. Salmos 37:25


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!