Traduza este blog

sábado, 24 de setembro de 2016

O crisol é para a prata, e o forno para o ouro; mas o Senhor é quem prova os corações. Provérbios 17:3


 Salomão nos mostra que os metais mais preciosos são purificados no crisol (a prata) e no forno (o ouro). Esse processo de eliminação da sujeira que permeia os mais nobres metais é necessário para que e adquiram um refinamento que os tornem mais valiosos. Para diferenciar e separar a sujeira da limpeza, o material impuro do puro, o verdadeiro daquilo que deve ser jogado fora por ser falso. Assim, o sábio nos apresenta uma analogia entre a purificação do da prata e do ouro e a nossa vida, para demonstrar que o nosso caráter precisa ser refinado, pois tal como esses metais a retirada da escória revela um caráter puro e verdadeiro. Não só na nossa vida social e familiar, mas também no âmbito espiritual, precisamos de um refinamento que forje em nós um caráter íntegro e que se aproxime do caráter de Cristo. Prata e ouro são preparados para o uso pela purificação em alta temperatura. O calor destrói as impurezas e metais básicos para revelar somente os metais puros, adequados para o uso na produção de lindas joias ou objetos decorativos. À semelhança do artífice, o Senhor prova e purifica os corações por meio do fogo das aflições e provações. A Bíblia fala com frequência a respeito de Deus purificar os Seus santos e nos mostra que Jesus veio como o Refinador. As provações de fogo que Ele envia podem nos parecer intransponíveis, mas elas fortalecem a nossa fé, pois o Senhor conduz o Seu povo pelo fogo para aperfeiçoá-lo e retiradas as impurezas Ele escolhe as Suas joias.


Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo; 1 Pedro 1:7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!