Traduza este blog

domingo, 10 de abril de 2016

O Senhor empobrece e enriquece; abaixa e também exalta. 1 Samuel 2:7






Esse versículo, parte da belíssima oração de Ana, nos faz refletir sobre a efemeridade dos bens materiais. Vemos com frequência pessoas prósperas e bem sucedidas ou com certo poder se depararem com um revés em suas vidas e assim são surpreendidas com a falência ou perda de posição e muitos vão da opulência à pobreza de um dia para o outro. Neste momento os “amigos” se afastam e a angústia toma conta. Mas também vemos pessoas pobres materialmente superarem as dificuldades e mesmo em meio as chamadas crises conseguem mudar de posição. Tanto a pobreza quanto riqueza procedem do mesmo Deus e aquele que conhece a Sua soberania sabe que nesta terra tudo é passageiro, mas Deus não desampara aquele que Nele espera. Deus é o que provê e assim como não desamparou Ana não deixará desfalecer aquele que O busca, na abundância ou na privação. Quando conhecemos e entregamos nossos problemas aos cuidados do Criador, podemos afirmar como o apóstolo Paulo, certos de que Ele sabe a exata medida de nossas necessidades.


Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Filipenses 4:12.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!