Traduza este blog

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

“Os teus príncipes são rebeldes, companheiros de ladrões; cada um deles ama o suborno, e corre atrás de presentes. Não fazem justiça ao órfão, e não chega perante eles a causa das viúvas”. Isaías 1:23


A história da humanidade mostra que os governos nem sempre cumprem o seu papel de trabalhar pelo povo e muitas vezes agem como o seu principal opressor. A Bíblia nos ensina a orar pelos governantes constituídos sobre nós como autoridades com a permissão de Deus. Mas isso não significa que Deus aprova as atitudes que oprimem os governados, tampouco os atos daqueles que, colocados ao serviço do povo, agem como soberanos supremos sem considerarem os interesses legítimos dos governados. Mas aqueles que, mesmo subjugados por seus reis e governantes, não deixam de confiar no Senhor e de esperar que Ele aja em favor dos oprimidos, no tempo certo, certamente verão a queda dos opressores e de todos aqueles que agem fora dos princípios de Deus, da moralidade e do amor ao próximo. Contra esses o profeta Isaías já declarou:

“Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que escrevem perversidades, para privar da justiça os pobres, e para arrebatar o direito dos aflitos do meu povo, despojando as viúvas, e roubando os órfãos! Mas que fareis no dia da visitação, e da assolação, que há de vir de longe? A quem recorrereis para obter socorro, e onde deixareis a vossa glória, sem que cada um se abata entre os presos, e caia entre os mortos?” Isaías 10:1-4

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!