Traduza este blog

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Antes, sede uns para com os outros benignos, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus, em Cristo, vos perdoou. Efésios 4:32


Deus espera que os Seus filhos sejam amáveis, pois amabilidade é uma das características daqueles que aprendem a ser discípulos de Jesus e guardam em si o carácter de Deus. A amabilidade mostra um coração convertido, pois o respeito às outras pessoas foi a característica distintiva da vida de Jesus e se o cristão é um pequeno Cristo essa característica se aplica a nós. Vemos nos Evangelhos que Jesus tratava bem os que se opunham a Ele, sem distinção. Para Jesus e aqueles que O seguem não pode prevalecer a máxima do mundo: ”Eu trato como sou tratado”. Judas e o sumo sacerdote conheceram a amabilidade de Jesus assim como todos os que Dele se aproximaram, mesmo que agissem de forma contrária. Há uma expressão amplamente divulgada hoje atribuída a um poeta do povo “gentileza gera gentileza “ que bem demonstra como deve ser o nosso comportamento para bem testemunharmos os valores de Cristo. A amabilidade genuína é a nossa resposta ao amor de Deus e a prática do que nos ensina o apóstolo Paulo em Colossenses 3:12
"Revestí-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de coração compassivo, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade." Colossenses 3:12

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!