Traduza este blog

sábado, 15 de agosto de 2015

Responde-me, Senhor, responde-me, para que este povo conheça que tu és o Senhor Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração. 1 Reis 18:37


Esse versículo reporta-nos à história de Elias, quando o profeta clama a Deus por uma resposta ao desafiar os profetas de Baal. Elias foi um homem de Deus muito perseguido pela mulher do Rei Acabe, a malvada Jezabel que servia ao deus Baal e em nome dele perseguia e matava o povo de Deus. A história de Elias nos mostra como deve agir um verdadeiro cristão, pelas atitudes desse profeta. Elias era um crente ousado, ele se expunha sem medo do risco de ser envergonhado, de não ser atendido por Deus diante de multidões, porque confiava Naquele a quem servia. Tinha plena convicção de que o Senhor é um Deus de Poder, um Deus que Faz, e que não envergonha seus verdadeiros Profetas. A Bíblia conta que Elias desafiou todos os profetas de Baal diante da multidão, para que todos presenciassem quem era esse Deus. Nessa história, podemos identificar vários personagens de forma análoga aos que nos rodeiam nos dias atuais. Podemos nos identificar com algum deles e até mesmo escolher com quem nos assemelhar. Elias foi o Profeta de Deus, ungido, temente ao Senhor e que cumpria todas as determinações de Deus,  mesmo diante do risco de perder a própria vida.  Acabe, embora não fosse mau, era um homem fraco, dominado pela mulher que servia a deuses estranhos e apesar de desejar servir ao único Deus esse rei se deixava se deixava levar pelos desejos da esposa e acabava servindo a Baal. Jezabel era má, ardilosa, egoísta, cruel e escolheu adorar ao demônio (Baal), recusando o verdadeiro Deus. Ela era a rainha, esposa do rei, mas não lhe dava a honra de esposo e usava de todos os artifícios para dominá-lo e governar em seu lugar. Assim, ela mandava em casa e no reino, ao dominar o marido. Os seguidores de Baal ou seus profetas trabalhavam para o mal, invocando, fazendo oferendas e cumprindo as determinações de deuses estranhos. E o povo nesta história, parte da multidão, ficava totalmente desnorteado, perdido, confuso, oscilando entre servir deuses estranhos ou servir ao verdadeiro Deus. Elias escolheu o melhor e ousou na fé, orou e pediu fogo do céu. Quando escolhemos servir a Esse Deus, quando  ousamos desafiar Baal e seus seguidores, o fogo cai e assim também podemos bradar como o fez o povo de Israel:
 "O Senhor é Deus! O Senhor é Deus! " 1 Reis 18:38-39

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!