Traduza este blog

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Dizem-lhe eles: Dará afrontosa morte aos maus, e arrendará a vinha a outros lavradores, que a seu tempo lhe deem os frutos. Mateus 21:41


Dentre as parábolas que Jesus contou, em Jerusalém, a parábola nos faz refletir sobre a nossa responsabilidade como trabalhadores do Reino é a parábola dos lavradores maus. O dono da vinha é o próprio Deus, e a vinha simboliza o seu povo. Os lavradores com quem o dono da vinha deixa sua propriedade são os encarregados de cuidar e conduzir o povo de Deus. Se naquela época eram os judeus, hoje são todos os que se confessam cristãos porque chamam a si a responsabilidade outorgada por Jesus antes de subir aos Céus e registrada por Marcos 16:15. Daquele que se comporta como maus lavradores  será tirado não só o que lhe foi dado, mas também a condição futura de chegar ao Céu. E isso é uma escolha pessoal. Assim como os judeus da época decidiram ignorar e matar os profetas e o Filho de Deus, ainda hoje muitos ignoram os profetas e a Jesus. Essa parábola é um alerta para qual será o destino dos que assim o fazem e ignoram o recado dado por Jesus em Mateus 21:41:
Portanto, Eu vos digo que o Reino de Deus vos será tirado e será dado a uma nação que dê os seus frutos”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!