Traduza este blog

domingo, 10 de maio de 2015

Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela. Lucas 1:38


Maria é uma grande personagem bíblica, mulher exemplar e cujas características devem ser modelo para as mulheres e mães cristãs, muitas vezes é deixada de lado devido à distorção de seu papel para a humanidade. Como registra o versículo em epígrafe, Maria se colocou na posição de serva e pelo seu comportamento foi agraciada com a maior honraria que uma mulher poderia ter neste mundo: conceber o Filho de Deus, o nosso Salvador Jesus Cristo. Mas a mudança de seu papel conduzida pela Igreja Secular fez com que essa mulher exemplar deixasse de representar o modelo de mãe que Deus nos apresenta para ocupar o papel de Seu Filho. Maria não pode salvar, não pode interceder, não é nossa advogada. Ela é a agraciada, a que recebeu a honra de ser a mãe Daquele que pode fazer isso por nós. E a ela não devemos nos curvar, idolatrar ou colocar nossa fé, mas respeitar e entender o seu precioso papel na história do Plano de Salvação. A ela foi dada uma enorme responsabilidade da qual não hesito, mesmo sabendo que corria riscos de ser mal vista na sociedade da época. Foi a forte fé de Maria que fez com que ela se submetesse à vontade de seu Deus e com ela aprendemos a obedecer. Maria não teve dúvidas de que Deus estava no controle e que cuidaria dela. Foi por isso que exclamou o que registra Lucas 1:38. Em vez que venerarmos Maria, porque isso contraria o propósito de Deus, uma vez que a Bíblia ensina que só a Deus devemos fazer isso, precisamos aprender com ela a ser mãe, mulher e esposa. Devemos receber a tarefa da maternidade com a dedicação de quem prepara o filho para a Obra do Senhor, mas a Ele, só a Ele dar honra e Glórias. E a exemplo de Maria, devemos dizer:
A minha alma engrandece ao Senhor, E o meu espírito se alegra em Deus meu Salvador; Porque atentou na baixeza de sua serva; Pois eis que desde agora todas as gerações me chamarão bem-aventurada, Lucas 1:46-48

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!