Traduza este blog

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

"Mas agora estamos livres da lei, pois morremos para aquilo em que estávamos retidos; para que sirvamos em novidade de espírito e não na velhice da letra". Romanos 6:4



Nesse versículo, o apóstolo Paulo nos dá a chave da vitória, o caminho seguro para conquistarmos êxitos no ano que inicia e para garantirmos que mesmo diante de prenúncios de instabilidade e de incertezas estaremos seguros Naquele que nos fortalece (I Tessalonicenses 4:13). Em vez de apostarmos nossas fichas em amuletos, simpatias e superstições, precisamos mudar a forma de agir e de reagir diante do que nos ensina a Palavra de Deus. No lugar de confiar nas previsões astrológicas, é melhor deixar de cometer os mesmos erros, e de andar em círculos, fazendo sempre as mesmas coisas, ainda que mudem as pessoas, ou o cenário. Hoje é dia de renovação, é dia de agradecimento pelos bons e maus momentos que vivemos e dia de compreender que, se não podemos voltar atrás e fazer de novo o que não foi feito, ainda há tempo de fazermos diferente a partir de agora. Antes que o ano mude, faça uma reflexão para que no próximo ano não venha a cometer os velhos erros. Não devemos esperar que as coisas ou que as pessoas mudem, precisamos ser o agente da mudança. Não é necessário pular sete ondas, comer romãs, uvas ou lentilhas, nem mesmo vestir branco para ter paz, amarelo para ter dinheiro, vermelho para ter amor. O que traz paz é o espírito de paz e de consciência tranquila, de dever cumprido, de compromissos solidificados... O que traz prosperidade é o trabalho digno e honesto, quando o pouco é suficiente se abençoado por Deus. O que traz amor é viver em amor, fazendo ao outro o que esperamos que seja feito a nós. Para colher frutos de bem é preciso semear o bem. Para desfrutar de novidades é necessário ter uma atitude diferente. O "novo homem", nascido de uma decisão consciente, fundamentada na fé em Jesus Cristo, poderá dar passos confiantes no novo ano. Mas, para desfrutarmos das novidades, precisamos criar novas estruturas na vida, deixando pra trás o que já constatamos não ser bom e não estar em consonância com a vontade de Deus para nossas vidas, seguindo o que nos ensina o apóstolo Paulo em Romanos 6: 4 "De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!