Traduza este blog

domingo, 23 de março de 2014

"E, vendo de longe uma figueira que tinha folhas, foi ver se nela acharia alguma coisa; e, chegando a ela, não achou senão folhas, porque não era tempo de figos". Marcos 11: 13

O evangelista narra que Jesus amaldiçoou a figueira quando teve fome e ela não lhe deu frutos, mesmo sabendo que não era tempo de frutos. A primeira visa pensamos que se trata uma injustiça, pois se Jesus sabia que não era tempo de frutos, não poderia amaldiçoar a figueira, que segue a ordem natural das estações criadas por Deus. Mas para entendermos a razão pela qual Jesus amaldiçoou a figueira precisamos conhecer o processo. A figueira é uma árvore que primeiro apresenta os frutos, e só depois mostra a folhagem. E aquela figueira estava cheia de folhas, dando a entender que produzia frutos. Foi por isso que Jesus a amaldiçoou, pois ela tentava dar aparência de fruto antes da estação própria para frutificar. Todas as demais figueiras estavam sem folhas. A oferta de folhagem era a promessa da certeza de haver frutos. O que estava por trás daquela folhagem era uma mentira. Era a tentativa de engano. Aquela figueira  camuflava! Jesus amaldiçoou  somente aquela que representava o engodo, a falsa aparência e não as outras árvores, pois Deus não se agrada de mentiras e tudo aquilo que tem aparência do que não é não pode agradar a Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!