Traduza este blog

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013




E bem vedes e ouvis que não só em Éfeso, mas até quase em toda a Ásia, este Paulo tem convencido e afastado uma grande multidão, dizendo que não são deuses os que se fazem com as mãos. Atos 19:26-27

O próprio apóstolo Paulo, reverenciado por muitos como um homem santo afirmava que não são deuses aquilo que é feito pela mão dos homens. Entretanto, como quem lê e não compreende o que está escrito, aqueles que continuam se curvando diante de imagens esculpidas pelas mãos humanas, confeccionadas em barro, mármore, ou madeira, comportam-se como tolos. As atitudes de Saulo, convertido Paulo, fizeram dele um santo que lutou pela instauração da Igreja de Cristo e pela propagação do evangelho da salvação. Mas as imagens que outros homens fazem dele, para se envergarem diante dela, para adorar e reverenciar são uma afronta à sua própria santidade e à palavra proferida por ele, quando ministrava à Igreja Primitiva. Paulo que repudiava o culto e a adoração à deusa Diana, não pode aceitar nenhum culto, ou adoração a nenhuma imagem feita em sua reverência. Desde o início, Deus orienta o povo a não se curvar diante de deuses: “Não vos volteis para os ídolos, nem façais para vós deuses de fundição. Eu sou o Senhor vosso Deus”. (Levítico 19:4); Em 1 Samuel 15:23, o profeta ensina que “a rebelião é como o pecado de adivinhação, e a obstinação é como a iniquidade de idolatria.” O salmista nos Salmos 115:4-8  reflete sobre a insensatez de se fabricar e adorar os ídolos, afirmando: “Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos do homem. Têm boca, mas não falam; têm olhos, mas não veem; têm ouvidos, mas não ouvem; têm nariz, mas não cheiram; têm mãos, mas não apalpam; têm pés, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. Semelhantes a eles sejam os que fazem, e todos os que neles confiam”. O profeta Ezequiel 14 traz a palavra de Deus ao povo: “Portanto dize à casa de Israel: Assim diz o Senhor Deus: Convertei-vos, e deixai os vossos ídolos; e desviai os vossos rostos de todas as vossas abominações. Porque qualquer homem da casa de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel, que se alienar de mim e der lugar no seu coração aos seus ídolos, e puser tropeço da sua maldade diante do seu rosto, e vier ao profeta para me consultar a favor de si mesmo, eu, o Senhor, lhe responderei por mim mesmo; e porei o meu rosto contra o tal homem, e o farei um espanto, um sinal e um provérbio, e exterminá-lo-ei do meio do meu povo; e sabereis que eu sou o Senhor. Por essa razão, o apóstolo Paulo exorta-nos em 1 Coríntios 10:14 “Portanto, meus amados, fugi da idolatria”, e nos adverte em Romanos 1:22-23 “Dizendo-se sábios, tornaram-se estultos, e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis”, o que Moisés orientou o povo em Êxodo 20:3-4  “Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!