Traduza este blog

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Não confieis em príncipes, nem em filho de homem, em quem não há salvação. (Salmos 146: 3)






Amado(a), essa é uma grande lição a qual insistimos em não aprender. Quantas vezes colocamos nossa confiança na força do homem, no poder terreno e até mesmo em nossa própria força? Ninguém, nem mesmo o mais poderoso mortal, pode fazer por nós aquilo que pode o Senhor. Isso é fato incontestável. Se buscarmos na História da humanidade, veremos que toda a força e poder de nações caíram por terra em algum momento. Se verificarmos na Bíblia, veremos em inúmeras passagens que, quando Deus quer, um garoto vence um temível gigante, um pequeno grupo de homens vence um exército grandioso, uma mulher salva um país, um escravo se torna governador de uma poderosa nação, um homem sobrevive a leões famintos, outros a uma fornalha ardente. Quando Deus é conosco, um mar se abre, alimentos caem do céu, mortos ressuscitam, doentes terminais são curados, prostitutas se tornam santas, paralíticos andam, cegos veem, estéreis dão à luz a filhos e solitários habitam em família.
Mas aqueles que põem sua confiança em homens cedo ou tarde se decepcionarão, pois esses não podem com a própria vida, não têm a chave do céu, não conhecem os mistérios de Deus. Mesmos aqueles a quem secular e temporariamente são concedidos poderes não conseguem dar-nos a salvação, nem mudar o curso de nossa sorte. No entanto, há pessoas que se deixam seduzir por artimanhas malignas e se deixam convencer por estratégias sutis daqueles que não fazem a vontade do Senhor. Aí está o perigo: confiar em quem não tem testemunho a dar. Esperar que as palavras proferidas por uma boca que não honra ao Senhor sejam sinceras e não um laço de prisão. O salmista nos ensina a confiar somente em Deus e Nele esperar, ainda que tudo pareça contrário. Ainda que o mundo se levante contra nós.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!