Traduza este blog

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Lembro-me dos dias antigos; considero todos os teus feitos; medito na obra das tuas mãos. (Salmo 143:5)



Amado(a), o salmista se refere aos livramento do Senhor desde o período do cativeiro no Egito e ao meditar sobre isso, exalta Aquele que está sempre presente. Quantas vezes percebemos a ação de Deus em nossas vidas, renovando nossas forças e fazendo-nos vencer os obstáculos, apesar de toda adversidade. O inimigo arma laços de sedução e nos confronta o tempo todo apontando nossas fraquezas. Eis porque devemos estar sempre com os olhos voltados para o Senhor e firmes nas orientações de Sua palavra. Nela encontramos um guia de conduta que nos garante, além da salvação eterna, um caminho seguro para uma vida em retidão. Quantas decepções podemos evitar se considerarmos, como o salmista, os exemplos dos homens e mulheres que não abandonaram as orientações de Deus.

Por outro lado, quantas lágrimas acumularemos se não formos sensatos e seguirmos as orientações do mundo?

Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!