Traduza este blog

sábado, 28 de novembro de 2009

No dia em que eu clamei, me escutaste; e alentaste com força a minha alma. (138:3)




Amado(a), o Senhor ouve o clamor de Seus filhos e escuta com cuidado e atenção quando dirigimos a Ele nossas súplicas. Muitas vezes temos a impressão de que estamos falando sozinhos, de que, no auge de nossa dor, Ele está distante. Na verdade, nós é que não fazemos silêncio em nossa alma e não escutamos a voz do Senhor. Ele fala por diversas formas, usando as mais variadas estratégias para que entendamos o Seu recado. Mas nem sempre estamos dispostos a ouvir. Nossa surdez se acentua quando estamos sofrendo e não sabemos reconhecer a mão de Deus nos alcançando para nos segurar. Como afirma o salmista: o Senhor dá alento a nossa alma e nos resgata do fundo do poço. Isso porque tem ouvidos sensíveis para nos ouvir, mesmo quando não percebemos que Ele está atento.
Amado(a), se você está passando por momentos de luta, saiba que o Senhor já ouviu seu clamor e já liberou o livramento. Apenas confie e aguarde a providência que chegará de forma inesperada. Mas não se esqueça de testemunhar esse grande feito sobrenatural. Fique atento(a), a porta se abrirá e as correntes de romperão. Esse é o alento.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!