Traduza este blog

sábado, 3 de outubro de 2009

“Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos.”(Salmos 119: 19)




Amado (a), tudo tem seu tempo debaixo do sol, afirma o pregador. E tudo a seu tempo passa, tanto a alegria, quanto o sofrimento, pois somos peregrinos na terra.
E assim devemos vislumbrar a vida, sempre com a perspectiva de que tudo é passageiro. O salmista diz: Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos (Sl.119:19). O apóstolo Pedro também afirma essa verdade: Amados, exorto-vos, como peregrinos e forasteiros que sois...(I Pedro 2:11).
Se conseguirmos enxergar as coisas desse modo, mudaremos nossos alvos, nossas prioridades e valores. E, assim, como forasteiros neste mundo, e não nos daremos tanto valor às coisas materiais, que nos prendem e enraízam ao chão. Quem reconhece que esta vida terrestre tem seu fim, almeja coisas eternas e reais, como a Palavra de Deus.
Muitas vezes nos preocupamos tanto com nosso conforto, em melhorar nossa vida, com bens materiais, casa, dinheiro, em adquirir status, que nos esquecemos de que tudo isso vai passar. E nos esquecemos de nos ocupar com as coisas que nunca passarão.
Deus se importa com o que é eterno, porque Ele é eterno.
O salmista nos lembra que estamos neste mundo de passagem, que somos forasteiros e peregrinos aqui, que a nossa alma eterna vai passar a eternidade. Mas essa eternidade tanto pode ser passada no céu, como no inferno. Cabe a nós construir esse caminho. Se almejamos o primeiro, não existe atalho. Somente Jesus nos levará até ele. Eis porque o salmista clama pelos mandamentos do Senhor. Neles está o guia que nos levará com segurança, para não perdermos a rota.
Quantas vezes tiramos nossos olhos de Deus e focalizamos nosso olhar no chão.
Mas é preciso que tiremos nossos olhos do chão e continuar olhando para o céu dia após dia. A Bíblia nos exorta a não amar o mundo e nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo o amor do Pai não está nele...Ora. o mundo passa,...aquele porém que faz a vontade de Deus permanece eternamente (I João 2:15-17). Amado(a), volte ao primeiro amor, ao dia da entrega da sua vida a Jesus, volte a amá-lo de todo coração. Deixe de amar o mundo e as sua coisas. Lembre-se de que tudo neste mundo passa e volte a fazer a vontade do Pai.
Graça e Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o seu comentário!